Resenha – “Quem tem medo do escuro?” de Sidney Sheldon

Título em inglês: Are you afraid of the dark?

A capa engana muito. A impressão é que se trata de um livro de terror.

A estória se desenrola em torno de empregados mortos do KIG, o Kingsley International Group. Uma importante empresa de pesquisa de alta tecnologia, envolvida em estratégia militar, telecomunicações e questões ambientais.

Mortos mesmo ou seriam assassinados?

Fatos, inicialmente sem relação, vão sendo destacados e interligados em quatro lugares do mundo: Nova York, Denver, Paris e Berlim.

Um suspense policial:

Perseguição. Busca pela morte de Diana Stevens e Kelly Harris, esposas de dois dos funcionários do KIG mortos recentemente. Casos em investigação pela polícia.

E também um romance:

Lindas estórias sempre interrompidas pela morte do parceiro.

Tudo começa mesmo quando as mortes constantes chamam a atenção da segurança internacional. Uma série de investigações tem início.

Mas nada chega aos pés da busca travada por Stevens e Harris. Mas tarde descobriram que já não tinha sequer endereço fixo ou como escapar. Uma luta mortal que o leitor vai acompanhar preocupado.

O tema poderia ser um pouco mais aprofundado, com uma maior contextualização histórica dos fatos. Mas a linguagem simples e envolvente de Sidney Sheldon é sensacional. São 374 páginas de um livro que te prende.

Publicado em 2004, “Quem tem medo do escuro?” com certeza não vai ser só mais um livro. Pode ser encontrado, entre outros locais, na Livraria Saraiva por R$ 29,90.

Uma envolvente estória que vai fazer você não querer deixar o livro de lado nem por um segundo.